23.10.07

Rabiscos #1

Da janela ele vê o mundo correr. De marquise em marquise. Luz. Sombra. E feição. Ele não Cansa de olhar. É tudo que ele pode, o que ele deseja. Apático, não quer se arriscar. Sabe que não vive, só observa, mas isso dói menos, muito menos. Da distância ele se afasta de sim. Deixa de fazer sentido. É o nada. Mas continua observando. Curioso. Nunca vai parar. É tudo o que sabe fazer. Pobres olhos são os seus. Um dia foram humanos.

5 comentários:

kal,  24/10/07 01:24  

retrato de um jornalista?

Leandro 24/10/07 09:27  

muito bom!

E Deus te ouça que role pegação mess!

bisous

R.Željko 24/10/07 10:17  

hehe obrigado...tenho meus (muitos) momentos de tolices :P

Aqui vai + um,

Vc tem olhões Cher!

( hahahaha sim foi um elogio)

Déa 24/10/07 10:42  

Não sei o que você quis dizer, ou a quem se refere, mas, para mim, tava falando de vampiro!!! Rss Eu sou louca por vampiro, e falou em não humano..... Beijos

# thiago 24/10/07 11:53  

Nossa, q gostoso esse texto!

parabéns!

          © Zapping News - Blog Design Emporium Digital | Daniela Milagres

TOP