27.2.08

Voltando pro armário



As duas principais novelas em exibição na televisão brasileira,"Duas Caras" e "Caminhos do Coração", têm enredos bem diferentes.
A primeira se passa no Rio e tem a trama centrada numa favela e nas armações de um estelionatário que vive sobre falso nome. A outra, ambientada em São Paulo, traz um roteiro improvável de humanos-mutantes no maior estilo Heroes (aquele seriado norte-americano sobre pessoas que se descobrem com poderes).

Mesmo assim, as duas tramas tem um ponto em comum: ambas, ao que parece, tentam heterossexualizar seus personagens gays.

Na novela das oito Duas Caras, da Rede Globo, Bernardinho (Thiago Mendonça) é homossexual. Oprimido em casa, ele foi à luta, montou um restaurante e progrediu na vida.
Acontece que Bernardinho se envolveu em um triângulo amoroso com Dália (Leona Cavalli) e Eraldo (Alexandre Slavieiro), e pode ser pai do bebê que sua companheira espera.

Em "Caminhos do Coração", Danilo (Claudio Heinrich) é um jovem rico, de comportamento afetado que tenta se manter no armário.
Semana passada, depois de muitos atropelos ele finalmente se casou com a interesseira Lúcia (Fernanda Nobre). A cerimônia durou seis (boring) capítulos...
Deve-se comemorar a presença desses tipos na tv? Ou a estratégia de casar ou suavizar a orientação sexual pode ser entendida como mais uma forma de preconceito?
Opinem...

ps: Já merecia um estudo de caso só o fato de a Rede Record, emissora ligada a uma igreja evangélica, abordar o tema da homossexualidade (a novela tem dois gays).

21 comentários:

¿Controversy! ® 27/2/08 22:42  

Não!
Não se trata de um novo tipo de preconceito e sim da realidade que vivemos no dia-a-dia. Falar de homossexualidade é ainda um tabú e as campanhas que os desfiles anunciam são mais um carnaval do que campanhas conscientizadoras.
¿Beijos!

Rodrigo 27/2/08 23:47  

Record - sem comentários, faz de tudo para ter um IBOPE, por isso mesmo, deixa o gay casar com uma mulher.
Globo - hipócrita, não entendeu ainda que pode fazer mais do que vem fazendo, por isso, perde IBOPE para a Record.
Onde vamos parar?
Não sei. Mas, pra dentro do armário eu não quero, não vou, não caibo!

Passageiro 28/2/08 07:15  

Algo muito estranho mesmo, eles querem perpetuar o preconceito, dizendo que gays sentem a necessidade de serem/tornarem heteros.

Passageiro 28/2/08 07:15  
Este comentário foi removido pelo autor.
Ryan,  28/2/08 08:48  

Acho que são válidos esses dois "comportamentos" para as personagens. Vejo muito disso no meu dia-a-dia. Para os que já são assumidos e moram em grandes centros isso parece voltar no tempo, mas para uma grande maioria que mora em pequenas cidades e subúrbios essa "heterorização" ainda é muito comum. Não vejo como um preconceito em relação aos gays, mas sim uma realidade que ainda é muito presente na sociedade.

Marco Antonyo 28/2/08 09:51  

Não devem ser entendidas como preconceito primeiro por que é obra de ficção, segundo por que essa é uma realidade de MUITAS pessoas. Não podemos fingir que a homossexualidade é bem aceita em nosso país, afinal, aqui não é a Holanda. O que é retratado nas novelas infelizmente é a realidade de muitos glbts.
E a Record não tem nada de evangélica, afinal nem a Universal é considerada uma igreja pelo CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs) ou pelo CMI (Conselho Mundial de Igrejas), ela é considerada uma seita com visão capitalista e comercial. Ou seja, uma igreja com visão no lucro!

Megafashionist 28/2/08 10:15  

IIIIIIII, carinha, isso é conversa pra umas duas horas de café... hehe

Pra resumir meu pensamento, acho que é válido, e acho que é melhor do que João Kleber por exemplo... ou Zorra total em que os gays são sempre piada, nessas novelas são apresentados os recursos que os gays são "obrigados" a usar para se sentirem mais inseridos na sociedade!

Mais ou menos, isso!

Fantôme 28/2/08 10:45  

O fato da novela da Record ter personagem gay na novela não passa de oportunismo, porque sabem que o assunto vem sendo abordado constantemente e eles não querem perder essa boca para ganhar audiência com uma novela horrível daquelas. De qualquer forma, já é um progresso, porque até pouco tempo atrás diriam que ele está endemoniado e é a igreja Universal a única capaz de curá-lo.
Sobre o personagem estar casando, é apenas uma forma de mostrar a realidade, porque tem muito gay que acha o armário mais cômodo e faz de tudo para não sair dele.

Too-Tsie 28/2/08 11:24  

Realmente no caso da Record, o interesse pela $audiência$ passou por cima de seus ideais (ser contra a homossexualidade).

A partir disso, dá pra perceber nitidamente as prioridades desta TV/religião.

CARIOCA VIRTUAL 28/2/08 11:50  

Gay virou produto fácil na tv para vender coisas, mas de nada acrescenta a nossa vida cotidiana.

Clebs 28/2/08 12:44  

Vou opinar:

Com esta barba, eu faria o Claudio Heinrich.

Opinei!

beijos.

Tony Goes 28/2/08 14:14  

O cuiroso é que as duas novelas são escritas por gays. Tanto Aguinaldo Silva como Tiago Santiago são bichonas assumidas.

Alexandre Lucas 28/2/08 14:27  

Desde que o mundo é mundo novela é entretenimento para as massas. Nunca foram edificantes. Exploram preconceitos e "tradições" da sociedade.
Prefiro assistir a seriados "enlatados" (nossa, expressão antiga, né!).
=)

Mike 28/2/08 15:47  

Acredito que nunca estivemos tão próximos da realidade dos gays com essas personagens, o que não quer dizer que não estejamos longe ainda.

Saímos do Zorra Total, graças a Deus.

Milkshake 28/2/08 16:09  

O problema é que essas emissoras mostram os homossexuais estereotipados, caracterizados, esses dias vi uma cena na globo em que a Amara brigava com o Bernardinho e o chamava de "bichinha".
A globo ao mesmo tempo que tenta conscientizar o publico que homossexualidade não é tabu, passa uma imagem erronea para o seu telespectador!

Fernando 28/2/08 21:08  

haha, saudades do ''junior'' de America !! abraco ps: ou ainda do casal gay da proxima vitima, lembra ? melhor novela de todos os tempos !!!

Klero 29/2/08 08:15  

Too-tsie tem razão... A inserção dos personagens gays é buxixo certo na imprensa, e divulgação gratuita... Mas não dá pra posar de politicamente correto e dizer que é melhor não fazer. Existem pesquisas sérias que comprovam que esse tipo de coisa, assim como a Parada, por mais criticada que seja, é muto importante para que a sociedade aprenda a conviver com uma realidade que sempre foi distante.

Mans 29/2/08 08:54  

não vejo novelas
mas essa hipocrisia de chove não molha me irrita um pouco

q tal um pouco de queer as folk pra ambas as redes?

Leo Carioca 29/2/08 14:55  

Bom, o que eu posso dizer sobre isso é que, pelo menos, ´Duas Caras` tá se saindo melhor do que ´Paraíso Tropical` ao abordar esse assunto.

Bourbon 1/3/08 01:37  

sei lá viu...
gay é normal e devia ser mostrado assim, mas daí não dá ibope né....


mas eu faria um triângulo, quadrado ou o que quer que o Alexandre Slavie quiser.

e o Heinrich eu casava por interesse tbém.. que seja em passar inveja nas bichas com um cara lindo desse do lado..
rs


brincadeira
:p

GUI SILLVA 1/3/08 16:04  

tá na moda ter personagem gays.
e aí, usam e abusam dos esteriótipos!!!

          © Zapping News - Blog Design Emporium Digital | Daniela Milagres

TOP