11.5.08

Let it go!!!


Bom, parece carrapato minha gente. Já vi pelas chamadas nos intervalos. O Fantástico (Globo)não acaba com a novela "Isabella-Janela" e vai entrevistar a Ana Carolina do bem. A mãe da menina tristemente assassinada em São Paulo.

Por essas e mais outras que achei muito pertinente a coluna da jornalista Eliane Cantanhêde de hoje, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo:

Vimos, com todo o horror que o caso merece, uma menina de cinco anos ser espancada, esganada e jogada do quinto andar de um apartamento de classe média em São Paulo. A comoção não pára nunca. Mas uma menina índia de cinco anos foi morta por dois homens armados que invadiram sua aldeia no Maranhão, na segunda-feira, na calada da noite. E a comoção, se houve, durou um dia, talvez algumas horas. O Brasil é maior do que sua mídia, do que sua imprensa. Maior do que São Paulo, Rio, Brasília. Maior do que PT e PSDB. Maior do que Lula, Dilma, Agripino e dossiê. Mas continua um gigante sonolento quando quem sofre é o pobre, a periferia. Acorda, Brasil!

8 comentários:

Black Angel 11/5/08 21:27  

Boa noite meu caro, incrivel, como damos atenção somente e tão somente aquilos que é mostrado na TV, e pior como transformam uma tragédia em busca pela audiencia e como nos damos atenção pra isso, é indescritivelmente absurdo o caso Isabella não ter desfecho, e pior porque tamanho carnavalesco em cima de tal fato... talvez porque ainda somos subdesenvolvidos? Não acredito que o que falta a nós brasileiros é inciativa, vemos, comovemos mas não agimos... assitimos perplexos casos e mais casos temerosos, e ainda assim não agimos...

¿Controversy! ® 11/5/08 23:58  

Sempre comento da demagogia do povo brasileiro quanto a essa questão. Querem extrair IBOPE da desgraça alheia, de uma classe média paulista, ignorando fatos diários e, infelizmente, ainda presentes nas mais pobres, de norte a sul desse país. É por essas e outras que o Folha de São Paulo continuará a ser um jornal fora de série, a exemplo do que foi o "falecido" Jornal do Brasil.
¿Abraços!

Passageiro 12/5/08 11:58  

Pois é, mas ninguém sai do eixo Rio-São Paulo, no final do mês passado eu fui para Fortaleza, quando estava lá uma meniina foi encontrada morte num parque de diversão, ele foi estuprada e morta, 2 operadores do parque de diversão onde ela estava são suspeitos, é um crime barbaro que não houve uma repercursão como esse, pois é uma menina pobre do interior do ceará, já a Isabela mora em São Paulo e era de classe média alta.

Marina 12/5/08 12:17  

E ainda dá uma entrevista com a Ana Carolina segurando uma girafa de pelúcia e acha que não é sensacionalismo barato!
Hunf!

Marina 12/5/08 12:17  

E ainda dá uma entrevista com a Ana Carolina segurando uma girafa de pelúcia e acha que não é sensacionalismo barato!
Hunf!

" O PIMENTA ! " 12/5/08 18:34  

Realmente muito pertinente o texto dela.....às vezes eu penso nos meus devaneios que só uma guerra civil resolveria o problema ....mas daí teríamos outro problema? onde enterrar tanta gente?? afff.....

Anônimo,  13/5/08 23:53  

O Brasil é um pais de terceiro mundo q acha q se resume a Sao Paulo- Rio de Janeiro. Somos um país de crianças maltratadas e mortas todos os dias e só passar em qualquer pronto-socorro deste país.
A dor da mãe de Isabella é imensa
igual a dor de tantas outras e outros.A diferença é q a família de Isa e parecida com a fámilia de quem tem acesso a internet, tv,restaurantes, videos, eles são igual a nós, por isso chama atenção.Pra nós a indignação de ver de uma menina morta na favela dura 5 minutos, porque ela não faz parte dos iguais, ou seja nós mesmos.

Rafa di Luca 15/5/08 16:08  

gente, concordo plenamente que o Brasil é muito masi que o edifício de Isabella e achoq ue o caso tá sendo explorado demais, de modo até perverso, por essa mídia sanguinária, mas até aí, escrever numa coluna de um grande jornal o velho e bom discurso de que: "quando é com pobre ninguém faz nada" é um pouco de liberdade de expressão demais para alguém que é lido por milhões de pessoas. Antes de falar algo assim, é preciso uma reflexão muito mais ampla do assunto, que não caberia na coluna dela, já que teriam que tirar anunciantes do jornal para ceder espaço, certo?

          © Zapping News - Blog Design Emporium Digital | Daniela Milagres

TOP