5.7.07

Funny stuffs

Sinopses
O escritor André Falavigna escreveu uma crônica bastante divertida para o site Comuniquese. Em Sinopses dementes, ele faz um exercício de humor ao "resumir algumas obras famosas da literatura e do cinema da mesma maneira como nossa crônica esportiva resume e comenta partidas de futebol".

Vale a pena ler na íntegra, mas colo a seguir a sinopse de um livro e filme escrita por André Falavigna:


Ilíada, de Homero
Ação e Aventura. Veadinho fracote porta-se mal na casa dos outros e foge com perversa adúltera que, para piorar tudo, é a mulher do anfitrião. A fuga do casal provoca a pior guerra daquela época, travada entre duas cidades cujos nomes desgraçadamente não me ocorrem agora. Para piorar a coisa, o veadinho tenta se esconder atrás do irmão mais velho, mas um brutamontes leva o tal irmão para passear de carro e ele nunca mais volta. Depois, à covardia, a bichona se vinga e dá cabo do valentão (meio metido a invulnerável) acertando-lhe justo no calcanhar de Aquiles (que azar, hein? O camarada pagou o preço por esquecer que todo mundo tem um calcanhar de Aquiles.) e aí a coisa pega pra valer. No final, a cidade do veadinho cai no truque mais velho do mundo (será que eles nunca haviam ouvido falar em presente de grego, meu Deus?) e todos dançam miudinho.


Gladiador, de Ridley Scott
Comédia de Erros. Johnny Bravo naturaliza-se espanhol e tem mulher e filhos currados e mortos porque lhe metem em confusão com bichona de lábio leporino. Enlouquecido, resolve sair matando gente que não tem nada a ver com a história. Entrementes, o do lábio leporino vai lá e manda ver, meio na marra, na própria irmã. Nesse ponto, a coisa começa a sair do controle e ninguém entende muito bem mais nada. O Gladiador então enlouquece de vez, torna-se famoso matemático, ganha um Nobel e um Oscar e, de quebra, manda ver naquela menininha de Labirinto que já havia passado na mão do David Bowie.



Religiosidade
Cada um com a sua religião, ou falta dela, eis o que considero sobre as questões da espiritualidade. Aceitação, respeito às crenças de terceiros.

Mas eu não poderia deixar de me alarmar e rir com algumas pichações que vi no Rio de Janeiro, em junho último.

A frase que mais me chamou atenção foi:

Só Jesus expulsa as ciganas das pessoas

Direta, objetiva, intolerante minha gente!

Na cama
Não revelo a identidade de quem me confidenciou o que se segue, mas como todo conselho, ouço, assimilo e quem sabe uso em minha vida prática:
"Nunca transe de estômago vazio, fiz isso ontem e minha pressão caiu"

Post para divertir, quinta-feira ensolarada na grande paulicéia. Tudo ao som do primeiro cd da banda (extinta a pouco) Audioslave.

4 comentários:

uomini 5/7/07 22:17  

*Adorei* os textos (principalmente o da *ilíada*)! bjão...

hotspot_fortaleza 6/7/07 10:45  

hahahaha ...

adorei !!!!!!!!!!!

http://hotspotfortaleza.blogspot.com/

Anônimo,  6/7/07 15:23  

Pois é, quando seu companheiro (a) é um vulcão em erupção é preciso estar devidamente alimentado e descansado pra agüentar o tranco!!!

Glauco Sabino 10/7/07 02:49  

Haahahahahahaha... Ótimo post pra relaxar às 2h45 da madruga! :-)

          © Zapping News - Blog Design Emporium Digital | Daniela Milagres

TOP