14.4.08

Importante!

O , um amigo do Marcos, do blog Carioca Virtual, está passando por uma situação absurda, mas que deve ser muito mais comum do que imaginamos. Nem parece que vivemos em pleno século 21. Ainda temos muito a conquistar e avançar socialmente.

Peço que leiam com atenção. Você blogueiro, por favor post também!


Tudo começou quando retornei do enterro do Fabio, que se realizou na cidade em Jaguarão (interior do RS), cidade onde ele nasceu e até hoje vive sua mãe e alguns familiares. Pois bem, tão logo chegamos a nosso apartamento (eu e alguns amigos que me acompanhavam) para surpresa de todos, chegou também a mãe a irmã e dois sobrinhos.

O que em um primeiro instante me pareceu uma atitude, de uma mãe desesperada com súbita morte do filho. Logo se descaracterizou, portas trancadas, armários sendo vasculhados, perguntas sobre o paradeiro de alguns objetos pessoais, enfim... Foram dando idéia de que ali tínhamos uma ação conjunta com intenções diferentes do que viver o luto da perda.

Por insistência dos amigos, no outro dia fiz minha primeira reunião com aquelas que seriam minhas advogadas neste caso (Cardoso & Stumpfle Adovogados). Ainda reticente a qualquer atitude mais drástica, voltei para casa quando se deu meu primeiro atrito com os familiares.

O irmão que vasculhou nossos computadores me acusou de ter "desviado" um valor para minha conta corrente em um banco (essa operação se deu ainda com o Fabio vivo, e totalmente comprovada sua autorização através de e-mails).

Usando tal episódio como pretexto para a verdadeira intenção que era minha expulsão do apartamento, eles disseram que minha presença era insustentável ali. Totalmente fragilizado por tudo, e sem reação, obedeci. Dois amigos que me acompanhavam, incrédulos com tudo que acontecia, voltaram comigo ao apartamento e enfrentamos novamente todos os familiares em uma discussão recheada de xingamentos, acusações e tudo mais que o preconceito e a ganância podem gerar. Ali novamente fui "convidado" a deixar o apartamento. A partir daí começou uma verdadeira batalha.

Primeiro a tentativa de recuperar ao menos minhas roupas, objetos pessoais, documentos, computador. Até mesmo para poder dar andamento ao processo que a esta altura já começava se encaminhar.

Com o empenho dos amigos e agilidade das advogadas conseguimos que o Juiz concedesse uma liminar no dia 12 de março de 2008 (o Fabio faleceu no dia 29 de fevereiro) de Reintegração de Posse do Imóvel. Isso na verdade quer dizer que, baseado em um conjunto de provas, fica claro entre outras coisas que morávamos juntos e até que todo o processo finalize, eu tenho o direito de morar no imóvel. Logo em seguida fui também nomeado Inventariante do Fabio, para assim dar andamento em todas as questões do espólio.

Todas essas decisões logicamente estão sendo questionadas pelos familiares. E o que teremos a partir disso, é um longo e tumultuado processo.


11 comentários:

Leo Lazzini 15/4/08 01:34  

mundinho escroto esse.

quem morreu eh o da direita ou da esquerda?!

Phill 15/4/08 01:41  

Eu estou muito comovido com essa história!
É impressionante como pessoas mesquinhas passam por cima dos outros sem se preocuparem com os sentimentos.

Olha cara, eu vou tentar fazer o que estiver no meu alcance, ou seja, divulgar né! Queria muito assinar o abaixo-assinado, mais não tenho data de ir em Sampa! Podia ter uma aqui em BH tbm!

Boa sorte pro Zé!

CARIOCA VIRTUAL 15/4/08 02:13  

MUITO OBRIGADO, ALBERTO!

tiozinho 15/4/08 10:24  

Cara, tô chocado,
com a história e porque conhecia o Fabio.
Bah.

Rafaew 15/4/08 10:27  

que foda!
morreu do que? =//

introspective 15/4/08 13:22  

Quem morreu foi o de verde, de aneurisma. Já postei também :(

José Avila 15/4/08 18:08  

Hoje minha palavra é "gratidão"! Muito obrigado por tudo isso. Valeu!

Passageiro 15/4/08 22:08  

Isso é algo revoltande, inadimissivel, esses dias estava falando sobre isso com meu namorado, dizendo que se ficarmos juntos, pra sempre, vou criar mecanismos para que a minha familia ou que a familia dele não faça isso com a gente num caso triste como isso, é um absurdo, quero que todos morram e vão para o inferno.

Betto Mendes 16/4/08 08:03  

Nossa, não sei o que é pior. Ter perdido o marido assim, tão de repente, ou o fato de a família estar aprontando esse tipo de coisa. Fico totalmente revoltado com esse tipo de situação.
Vou postar no meu blog tmbem, ok?!

Jarbas 16/4/08 14:49  

aff. cada coisa que acontece por causa do maldito preconceito.

torçendo para que tudo dê certo.

GUI SILLVA 16/4/08 15:06  

estamos todos juntos !!!

          © Zapping News - Blog Design Emporium Digital | Daniela Milagres

TOP